skip to Main Content

Desafios e Resultados da Gestão de Pessoas

Pensando sobre o decorrer do tempo das relações entre líderes e funcionários das empresas, é possível observar uma evolução de comportamentos. Para que hoje exista um ideal de boa convivência no trabalho, muitas mudanças ocorreram, e a gestão de pessoas foi essencial nesse processo. Por isso, nesse artigo falaremos sobre os desafios e resultados da gestão de pessoas. 

O que é gestão de pessoas?

Para entendermos os desafios e resultados nesta área, precisamos primeiramente entender o que significa gestão de pessoas. É importante ressaltarmos que este departamento anda juntamente com o setor de recursos humanos. 

É o responsável por cuidar do dia a dia da empresa, propor e elaborar mudanças, promover a integração, garantir o bem estar e a ordem entre os colaboradores, dar o suporte necessário para a realização das tarefas, entre outros. Sempre visando manter a produtividade da equipe, gerando assim bons resultados e uma maior chance de permanência dos colaboradores na empresa.

5 pilares da gestão de pessoas. 

Antes de falar um pouco mais sobre os desafios e resultados, é importante que você fique por dentro dos 5 pilares que sustentam a gestão de pessoas.

 – Treinamento e desenvolvimento 

Após a contratação é imprescindível que haja um caminho de treinamentos a serem seguidos. Podendo acontecer tanto no período de adaptação do novo funcionário na empresa, quanto ao decorrer de sua jornada de evolução.

O treinamento leva ao desenvolvimento. Geralmente, é ofertado através de cursos de dentro ou fora da empresa onde trabalha. Esse pilar é importante para incentivar e mostrar aos colaboradores a importância da dedicação com a empresa, desde o momento em que é contratado. 

– Motivação

A motivação consiste em incentivar estrategicamente os colaboradores, oferecendo uma qualidade de convivência e  um bom ambiente de trabalho.

Esses incentivos podem ser feitos ofertando benefícios, recompensas e possibilidades de ascensão dentro da empresa, sempre levando em consideração a particularidade de cada um. Nem sempre um método de motivação será eficiente para todos, por isso é muito importante conhecer os colaboradores. 

Essa função fica principalmente a cargo do líder, mostrar que o trabalho realizado está sendo notado, é uma forma importante e eficiente de motivação.

– Comunicação Interna 

É a responsável pelo bom funcionamento da empresa, se ela funciona bem, tudo flui. Os feedbacks são parte da comunicação interna, e se feitos de forma eficiente colaboram de forma decisiva para a evolução dos colaboradores. 

Deve ser usada como um espaço para que os funcionários tenham liberdade de dar um retorno para a empresa. Se sentirem confortáveis para falar o que acham que pode ser melhorado e o que acreditam que está sendo feito da maneira correta. A comunicação deve ser a chave para as boas relações da equipe, visando sempre uma clareza entre líderes e colaboradores. Uma maneira de dar esse retorno é realizando feedbacks, para saber mais acesse:  https://rhgestor.com.br/blog/feedback-de-sucesso/

– Trabalho em Equipe

Em uma empresa não basta que exista uma equipe competente em suas funções se elas não conversam entre si. Os líderes devem sempre localizar quais as qualidades dos colaboradores e elaborar maneiras de incentivá-las.

 A maior vantagem do trabalho em equipe é que uma parte completa a outra, uma pessoa pode ser muito boa em uma área em que outras não sejam. Por esse motivo, o trabalho em equipe será essencial para que a combinação das qualidades de todos estejam sintonizadas com o propósito da empresa. 

Quando há um sentimento de equipe, deixa de existir uma competitividade que não é saudável. Passa então a existir uma motivação para colaborar com a organização, sabendo que assim todos estarão se desenvolvendo de certa maneira. 

– Gestão por Competência

A gestão por competência é implementada nas empresas seguindo um planejamento estratégico de algumas competências, elas podem ser gerais ou separadas por setores. Essas competências são analisadas e selecionadas individualmente seguindo o perfil da empresa, depois comunicadas para a equipe, oferecendo recursos que os ajudem a alcançar a expectativa.

É importante não confundir gestão por competência com gestão de desempenho. Essa última é focada nos resultados e nos dados obtidos pela empresa, deixando mais de lado a gestão humana. A gestão por competência está focada no dia a dia do colaborador e no seu desenvolvimento em equipe, como ele está agregando para e a empresa. 

Atualmente, se faz extremamente necessário considerar a gestão por competência para empresas que querem continuar se desenvolvendo e se manter no mercado.   

Desafios e Resultados

Agora que você já sabe os pilares da Gestão de pessoas, é muito importante entender quais são os desafios e resultados que você enfrenta nesta área atualmente. 

– Identificação de Talentos: Entre os desafios e resultados se encontra a identificação de talentos. Tanto no momento de contratar um colaborador, quanto ao decorrer de sua jornada na empresa, é de extrema importância identificar quais são os talentos que ele possui, para o seu desenvolvimento pessoal e profissional, além de possibilitar que sua colaboração seja mais eficiente para a equipe.  

Outro fator importante é a criação do plano de carreira. Observando o colaborador, é possível identificar quem são os promissores e quais poderão não se encaixar no perfil da empresa. A partir disso, será possível evitar conflitos e uma possível elaboração de plano de carreira que não trará resultados posteriormente.  

– Manter uma equipe sempre motivada: Esse pode ser um grande desafio, mas retomando o pilar da Motivação, é muito importante que o RH se empenhe em elaborar estratégias que mantenham a equipe motivada e incentive os colaboradores a serem pró ativos e a darem o seu melhor no dia a dia. 

– Investir na capacitação dos colaboradores: Uma maneira de realizar esse desafio que com certeza trará grandes resultados, é investindo em treinamentos, sejam eles presencialmente ou de forma remota. Essa prática tende a aumentar a autoestima dos colaboradores e estimular eles a se dedicarem cada vez mais em prol da organização, além de aumentar o rendimento da empresa, pois com o aumento da técnica de cada colaborador, todos se beneficiam. 

– Engajamento dos colaboradores: Definir claramente as funções, responsabilidades e expectativas sobre o trabalho dos colaboradores é importante para dar andamento no negócio. Assim como direcionar a mão de obra nos setores para os quais o colaborador demonstra maior competência, promove a eficiência e a valorização das habilidades individuais.

Além disso, outras formas de engajar os colaboradores é implantar um plano transparente de cargos e salários baseado em metas, incentivar a autonomia, avaliar o trabalho do colaborador e fornecer feedbacks que promovam o desenvolvimento pessoal, contribuindo para a eficácia da ação.

– Administrar gerações diferentes: A diferença entre gerações não pode interferir no trabalho em conjunto. Por isso é importante criar um ambiente de muito respeito e compreensão, capaz de gerar oportunidades para que cada colaborador, independente da idade, se sinta acolhido pelo líder e pelos colegas de trabalho, para mostrar o que pode agregar para a equipe.

– Reter talentos: A retenção de talentos pode ser definida como um conjunto de práticas e estratégias adotadas pelas organizações com o intuito de manter os colaboradores por mais tempo na empresa. Essas práticas podem incluir a valorização dos trabalhadores, oportunidade de progressão, tomada conjunta de decisões, concessão de benefícios diferenciados, entre outros. 

Com o mercado de trabalho cada vez mais competitivo, quando a empresa identifica um talento, deve fazer de tudo para mantê-lo. Uma das maneiras de fazer isso é investindo em seu aperfeiçoamento com treinamentos e conquistando resultados satisfatórios.  

– Cuidar do clima organizacional: Por último, mas não menos importante, um desafio que devemos ressaltar é a maneira como a empresa se comunica com os funcionários, isso definirá se o clima organizacional será saudável e produtivo. Para isso, é necessário existir clareza, respeito e transparência, que criam uma relação de confiança entre todos, assim como ajudam a assimilar os valores e princípios daquele lugar. Uma maneira de cuidar do clima organizacional é implementando a cultura do feedback, para saber mais, clique aqui. 

E aí, você aceita o desafio?     
Conclusão 

Entre os desafios na gestão de pessoas, está também a implementação do RH mais estratégico, num modelo mais moderno e com maiores chances de assertividade. Isso envolve tecnologia, tempo e dedicação, além da boa vontade dos gestores em seguir os processos. Uma boa solução é construir um plano e ir indo pouco a pouco na concretização dessa implementação.

Um sistema automatizado pode facilitar muito mais o dia a dia dos profissionais de RH, que terão mais tempo para se dedicar a ações focadas no bem-estar dos colaboradores e em resultados muito melhores para a empresa. 

Olhando de perto, ainda podemos listar outros desafios na gestão de pessoas, como o investimento em educação do colaborador, a melhora da cultura interna, o foco na produtividade, a satisfação dos colaboradores, entre outros. Sim, os desafios são grandes, mas serão superados com planejamento, profissionais focados em soluções e, sem dúvidas, o apoio de pessoas que entendem desses processos e de como alcançá-los.

A organização de pessoas trata de motivar os profissionais e criar um ambiente em que exista propósito. Mais do que isso, faz com que as pessoas se sintam parte dele e busquem sempre o melhor.

Para ficar por dentro de outros conteúdos como esse, assine a nossa Newsletter clicando aqui  

Este artigo tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top