skip to Main Content

Upskilling e Reskilling

Os termos Upskilling e Reskilling estão se tornando cada vez mais comuns nas empresas, principalmente as que atuam na área de tecnologia. Mas do que tratam esses termos?

De forma básica, eles se referem a qualificação de mão de obra, a fim de evitar que as qualidades já adquiridas se tornem obsoletas. 

Com a rápida evolução da tecnologia e do mundo, um profissional que pretende se manter ativo deve sempre buscar sair da zona de conforto e buscar alternativas que melhorem seu desempenho. 

Mas é claro, entre um termo e outro existem diferenças, vamos aprofundar mais em cada um. 

Upskilling

É conhecido como Upskilling a prática de um profissional buscar aprimorar as suas práticas e habilidades em uma área na qual já está inserido. Com as grandes mudanças do mercado, se atualizar constantemente deixou de ser algo para além do esperado. 

Se atualizar sempre que possível faz com que o profissional se torne relevante e evolua tanto profissionalmente, quanto ajuda as pessoas que estão em volta evoluírem também.  É uma requalificação, e se engana quem pensa que apenas quem foi desligado de uma empresa e esteja procurando emprego que precisa se atualizar, vemos um mercado de muitos profissionais que buscam evoluir todos os dias, quem insiste em continuar estático tem grande probabilidade de perder seu cargo, seja ele o mais alto que for. 

Por esse motivo o Upskilling tem sido uma prática muito adotada por profissionais e empresas. O investimento em treinamentos que ampliem a grade de conhecimento do colaborador, quando feito de maneira pensada e planejada para cada cargo, é algo que traz retornos positivos para a organização. 

Reskilling

Diferente do Upskilling, o Reskilling é quando um profissional decide se requalificar no mercado de trabalho, adquirindo habilidades para funções diferentes da área que estão habituados a trabalhar.

Isso ocorre geralmente, quando a organização está precisando de profissionais para novas funções que estão se tornando necessárias, ou se suas atuais funções estão sendo extintas por alguma inovação. 

É requalificar profissionais que buscam outros cargos dentro ou fora da empresa que trabalham e aprender novas habilidades para que você possa fazer um trabalho diferente.  

Importância e Benefícios 

A requalificação possibilita que a empresa não dependa somente do recrutamento para encontrar novos talentos. Observar os colaboradores da sua empresa pode te ajudar muito a direcioná-los a cargos nos quais eles possam se desenvolver e evitar que um novo processo de R&S seja iniciado. 

Sabemos que o processo de incluir alguém na equipe não é fácil. Existe uma grande demanda de tempo e recursos dedicados desde o processo de recrutamento e seleção até o treinamento e desenvolvimento, por isso quanto menor a taxa de rotatividade de colaboradores na empresa, melhor. 

Outro fator importante, é o aumento da criatividade, criação e inovação. Dar oportunidade para que os colaboradores demonstrem quais são as áreas para além daquela que já trabalham, que possuem interesse e conhecimento em outros assuntos relevantes para a organização.

Essa possibilidade de se dedicar também a assuntos que acrescentem ao seu trabalho, colabora e muito para o desenvolvimento da organização, aumentando o interesse nas tarefas que executa.

Como realizar

Primeiramente, para realizar bons Upskilling e Reskilling, é preciso mapear as competências de cada colaborador e montar um planejamento de treinamentos específicos para cada cargo, seja ele para se especializar na área que já está inserido (Upskilling) ou se irá para outra área (Reskilling).

Em seguida, é muito importante promover treinamentos personalizados para cada cargo e área, tendo sempre as pessoas como objetivo principal. Lembre-se de não preparar programas gerais e massificados, isso gera desinteresse e desmotivação.  

Integrações são um fator extremamente importante para que as práticas de Upskilling e Reskilling tenham um bom resultado. Muitas vezes profissionais competentes não conseguem demonstrar o seu melhor por não conhecerem as outras áreas do local onde trabalham. O incentivo para que essa troca de experiências aconteça é essencial. 

Conclusão

Agora que você conheceu e entendeu sobre Upskilling e Reskilling, que tal colocar em prática na sua empresa se você for um colaborador, ou aplicar na sua jornada profissional como colaborador?

A RHGestor, possui um sistema que te ajuda a desenvolver processos mais eficientes e automatizados, ferramentas para desenvolvimento humano e indicadores para apoio à tomada de decisão, e em nosso blog você encontra outros diversos conteúdos que te ajudam a ficar por dentro do mundo do RH.

Este artigo tem 0 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Back To Top