Com RH estratégico, Century mira aumento do faturamento no mercado internacional.

Centrar informações inerentes ao setor de RH de uma empresa (como descrição de cargos, remuneração dos colaboradores, desempenho e produtividade, entre outros), em uma só plataforma – integrada e passível de ser compartilhada – com dados precisos e em tempo real para um eficiente gerenciamento de dados. É o que toda a empresa necessita para transformar o RH operacional em RH estratégico.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Saem as planilhas de Excel e as pilhas de documentos e entra em cena a tecnologia para otimizar as atividades e melhorar os processos internos. A Century Estofados, fabricante de móveis de alto padrão que atende o mercado nacional e alguns países da América Latina e Estados Unidos, implantou o RH Gestor, em outubro de 2018.


“Quando entrei na empresa, tínhamos um RH com informações falhas ou confusas, que estavam em diversas planilhas de Excel. E sabemos que, quando se trabalha com planilhas, a possibilidade de erros é muito maior. O RH Gestor veio para consolidar as informações em uma base online. Nos trouxe mais confiabilidade, dados em tempo real e mais dinamismo”


diz Rivelino Roberto de Souza, gerente de RH da Century Estofados, empresa com cerca de 240 colaboradores, para ele os pontos positivos do sistema são interfaces intuitivas, a possibilidade de customização para atender demandas específicas da empresa e um canal direto com um suporte eficiente e completo. “Não adianta apenas um ótimo produto, se a empresa não oferece um suporte adequado. Além disso, a possibilidade de ajustes no RH Gestor para que atenda especificidades da empresa torna a plataforma ainda mais funcional”, diz. “Solicitamos ao suporte a criação de um módulo e fomos prontamente atendidos.”





O gráfico radar personalizado para a Century permite ao RH da empresa monitorar o processo de adaptação e o desenvolvimento dos novos funcionários e dos colaboradores promovidos. “A ferramenta nos possibilita fazer um acompanhamento eficaz, um feedback assertivo, promover melhorias e treinamentos para potencializar o desenvolvimento pleno.”


As decisões deixam de ser baseadas em percepções, mas em informações objetivas. “Por exemplo, no sistema de ponto, quando o funcionário faltava só tínhamos o atestado. Com o RH Gestor temos o motivo, o nome do médico que atendeu o colaborador, o que aconteceu e um breve histórico.”


Todos os indicadores ainda norteiam o RH na identificação e desenvolvimento de talentos, na criação de um plano de cargos e salários, na medição do clima organizacional e na premiação por produtividade. Fortalece a imagem da empresa como uma boa empregadora. Tanto que o índice de rotatividade da Century é baixo, gira em 1,5% - o último desligamento de uma costureira ocorreu há seis meses, em outubro de 2018. Com o apoio de um RH estratégico, a Century trabalha no aumento do faturamento, sobretudo no mercado norte-americano.  



Elaine Utsunomiya, Jornalista da VP SOLUÇÕES.