Conhecendo melhor o DISC

O teste DISC surgiu para estudar e qualificar o comportamento humano de forma a entendê-lo melhor, com o objetivo de utilizar esse conhecimento para alavancar nossos pontos fortes e saber os pontos de melhorias a serem trabalhados, aumentando assim nosso desempenho tanto no ambiente profissional quanto no pessoal.


Desenvolvido pelo psicólogo norte-americano William Moulton Marston, este queria entender a relação do indivíduo com o ambiente ao qual estava inserido. Foi analisando essa relação que Marston encontrou 4 variáveis em todos os indivíduos independente do ambiente ao qual atuava, sendo algumas mais ou menos intensas para cada pessoa, e tendo sempre um perfil de dominância.


Os perfis comportamentais


Marston percebeu em seus estudos que há 2 grandes esferas comportamentais: Uma interna, onde rege uma percepção de si em relação ao ambiente, e uma externa, que seria a análise do ambiente propriamente dita. A partir destas esferas, encontrou 4 estilos de personalidades diferentes, que são:


O dominante


Pessoa com foco em resultados, mais competitiva, tem boa tomada de decisão e iniciativa. É o perfil mais agressivo dos 4. Gosta de desafios e não tem medo de correr riscos! Em geral, o dominante é ótimo solucionador de problemas e otimizador de processos por ser mais lógico e pró-ativo, além de respeitar prazos. Típico indivíduo que abraça o mundo e quer fazer de tudo - mas sempre do seu jeito, que considera o jeito certo.


A pessoa com característica D forte é aventureira, iniciativa, competitiva, determinada, direta, responsável, exigente, com foco em resultados, líder, ousada, persistente, superadora e resolvedora problemas.


Já a pessoa com característica D baixa costuma hesitar e pensa mais antes de tomar decisões. Geralmente descrito como arrogante, que atribui-se muitas coisas e corre muitos riscos, cria medo nas pessoas, tem exigências muito altas, fala sem pensar, lhe falta tato e diplomacia, não recebe bem feedback, não é um bom ouvinte, não sabe delegar tarefas e é impaciente.


O influenciador


A pessoa influente consegue persuadir os outros de forma espontânea e facilmente monta times que compram suas idéias. Por ser muito aberta e entusiasmada, costuma fazer amigos rápido e em geral as pessoas convivem muito bem. É muito encorajadora e motivadora de equipes, além de otimista e falante. Também não tem medo de confiar no próximo e gosta e trabalhar em equipe e de compartilhar.


O sujeito com característica I forte sabe influenciar os outros a falar e tendem a ser emocionais. Geralmente é escrito como convincente, magnético, político, entusiástico, persuasivo, caloroso, demonstrativo, confiante nos outros, otimista. Quando forte, é um bom vendedor ou negociador por ter ótima persuasão.


Já o sujeito com característica I baixa é facilmente influenciado mais por dados e fatos e não sentimentos. Geralmente é descrito como refletivo, factual, calculista, cético, lógico, desconfiado, pessimista, crítico.


O estável


O estável em geral gosta de rotina de lida bem com regras e padrões. Procuram realizar interações mais conhecidas, como conversas com amigos que desconhecidos – e por serem assim não tão são persuasivos como os influentes. É cooperativo, trabalha muito bem em equipe e gosta de ajudar o próximo. Geralmente são bons ouvintes e preferem evitar conflitos e mudanças.


O indivíduo com característica S forte segue um ritmo calmo e seguro, e evita mudanças e surpresas. Costuma ser descrito como calmo, relaxado, paciente, possessivo, previsível, estável, consistente, e pouco emocional.


Já o indivíduo com característica S baixa vai gostar de mudanças e inovações. Costuma ser descrito como incansável, demonstrativo, impaciente, ansioso, impulsivo e ponderado.


O cauteloso


O cauteloso é o perfil mais analítico, com muito foco em detalhes e precisão. É uma pessoa mais precavida e que se planeja com antecedência. Evidenciam fatos, informações e provas, além de estarem confortáveis ​​trabalhando sozinhos.


A pessoa com característica C forte costuma seguir normas e estruturas à risca, e entrega trabalhos de qualidade e sempre no prazo - ou até antes. Geralmente é um sujeito descrito como cuidadoso, cauteloso, exato, sistemático, diplomático, preciso e tátil.


A pessoa com característica C baixa é aquela que desafia regras e busca sua independência. Geralmente é descrita como alguém que segue sua própria vontade, teimosa, opinativa, não-sistemática, arbitrária, e despreocupada com detalhes.


Você sabe a melhor forma de usá-lo?


O DISC pode ser utilizado para tornar seu recrutamento muito mais assertivo e estratégico, direcionando a pessoa com perfil certo para a vaga certa. Por exemplo, em uma vaga de vendas, onde a comunicação e uma boa persuasão são diferenciais, um perfil influenciador será muito mais assertivo. E para saber disso, você poderá aplicar o teste do DISC.


Além disso, sua liderança será muito mais eficaz ao conhecer a melhor forma que cada colaborar de sua organização trabalha, alocando-os nos lugares certos e gerenciando processos da melhor forma para cada perfil, o que de quebra já irá gerar um aumento da produtividade!


Outra dica valiosa na utilização do DISC é para um coaching ou plano de carreira bem estruturado para seu colaborar, que saberá seus pontos fortes e a melhorar para atingir uma alta performance.


O teste DISC é um dos sete testes presentes em nossa plataforma. Quer saber mais? Entre em contato conosco e solicite uma demonstração.



Por: Andressa Alves

Customer Success na RHgestor