Hard Skills e Soft Skills

Muito se discute sobre quais são as habilidades essenciais para os colaboradores dentro de uma empresa, sejam elas subjetivas ou diplomadas. Para facilitar o debate, houve uma separação entre Hard Skills e Soft Skills


Soft Skills


As soft skills, ou habilidades comportamentais, estão mais ligadas às capacidades e habilidades sociais, aprendizados com o meio em que vive, experiências de vida... Enfim, são mais subjetivas e mais difíceis de serem aprendidas ou medidas por dependerem da experiência psicossocial do indivíduo.


As vezes, essas habilidades são esquecidas ou não recebem a atenção que merecem durante um processo seletivo. Pense naquele seu gestor que tem mil e um diplomas, estudou no exterior, trabalhou nas melhores empresas... Mas não tem habilidades sociais para se relacionar bem com os colegas. Como fica? 


Alguns exemplos de soft skill:


  • Comunicação interpessoal;
  • Proatividade;
  • Resiliência;
  • Capacidade de trabalhar sob pressão;
  • Resolução de conflitos;
  • Liderança;
  • Criatividade;
  • Organização.


Hard Skills


São habilidades que podem ser ensinadas, aprendidas e medidas com mais facilidade, e provém de cursos ou treinamentos. De forma simples, podemos nomeá-las como aptidões técnicas. Em geral, acabam por receber mais atenção nos processos seletivos por conta das especificidades exigidas na vaga. 


Alguns exemplos de hard skills:


  • Conhecimento em uma língua estrangeira;
  • Graduação;
  • Cursos técnicos;
  • Mestrados e doutorados;
  • Conhecimento na operação de máquinas e ferramentas;
  • Habilidades ligadas à informática.


Na prática, ambos têm peso igual na hora de selecionar candidatos, apesar de serem reconhecidas em tempos diferentes. Entende-se que para um currículo ser selecionado para a entrevista, ele precisa apresentar bem suas experiências e hard skills. Mas, na entrevista, muito da análise será feita baseando-se nas soft skills. Ou seja: ambas são importantes, de mesmo peso, mas em fases diferentes.


Uma contratação feita baseando-se apenas nas hard skills têm grandes chances de dar errado (assim como o contrário). O colaborador que sabe fazer a parte técnica, mas não consegue se adaptar ao ambiente ou se relacionar e se comunicar com o colegas pode nem mesmo terminar o período de experiência. O contrário também acontece: o sujeito pode ser muito comunicador, líder, com ótima gestão, mas sem saber o técnico, o trabalho não vai para frente.


Como desenvolver estas habilidades na empresa? 


Desenvolvendo as Hard Skills


Treinar os colaboradores: Oferecer treinamentos, palestras, workshops e afins ajudam no aprimoramento técnico da equipe, ou seja, aprimoram as hard skills. Até mesmo um bate-papo com todos ajuda para expandir as ideias e abrir mais a mente de cada um.


Incentivo aos estudos: Nada melhor para as hards skills que uma especialização. O estudo auxiliará no trabalho técnico, e o colaborador estará mais capacitado para exercer sua função, além de mais confiante para assumir desafios. Uma dica é conseguir parceria com instituições de ensino superior para dar desconto aos colaboradores como benefícios.


Ofereça PDI e planos de carreira: Ter um plano de carreira incentiva o colaborador a melhorar suas habilidades na intenção de ser promovido, e ter um objetivo em mente o ajuda a manter-se no caminho. Além disso, como auxílio a esse plano, o PDI oferece um feedback e uma lista de melhorias que ajudarão o colaborador a saber o que ele precisar melhorar para atingir seu objetivo.


Desenvolvendo as Soft Skills


Estimular a criação de uma cultura de feedback: A troca feedback (quando bem elaborada) auxilia no entendimento e reconhecimento dos pontos fortes e fracos da equipe, beneficiando a todos com melhorias pontuadas a serem feitas.


Integração constante da equipe: Sabendo que um das habilidades comportamentais é a comunicação, a integração da equipe com toda certeza agregará no desenvolvimento desta. Além disso, conhecendo melhor seus colegas de trabalho, o clima fica também mais leve e tranquilo, afetando positivamente o ambiente.


Reconhecimento de equipe: Reconhecer as conquistas, tantos as individuais do colaborador quando as coletivas da equipe, é importante para que todos continuem motivados a se desenvolverem cada vez mais, e se sentindo gratificados pela caminhada até então.


Pronto para desenvolver as Hard Skills e Soft Skills na sua equipe? Não perca mais tempo e siga nossas dicas!


Gostou do artigo? Compartilhe!


Por: Andressa Alves

Customer Success na RHgestor