O RH na área de saúde

O setor de saúde não é como qualquer outro. Afinal, os profissionais que atuam nesta área lidam com vidas. Portanto, a pressão é muito maior. Não existe “margem de erro”.


E isso torna a Gestão de Pessoas ainda mais desafiadora. Portanto, nada melhor que ouvir uma profissional da área para entender como funciona esta rotina. Confira a entrevista que a Psicóloga Organizacional, Professora e Coordenadora de RH no Hospital Paraná, Rafaela Schon, concedeu ao blog do RHGestor.

 

Na sua opinião, o que difere fazer Gestão de Pessoas em uma empresa de Saúde para os demais segmentos?


Na área da saúde o próprio negócio é um diferencial, porque a gente lida com vidas. Então, essa é a principal questão em relação à gestão de pessoas: o cuidado com a vida.


Quando o cliente entra em nosso estabelecimento, no caso, o hospital, o cliente está entrando para receber um serviço que a gente vai prestar. E, em geral, está mais fragilizado do que o normal. O que faz a nossa atenção aos pequenos detalhes ser muito maior.


E como o RH pode ajudar a garantir um melhor atendimento ao paciente?


Primeiramente, a gente precisa se preocupar com um processo seletivo aderente ao negócio. Para isso, temos que desenhar muito bem os cargos e identificar as competências técnicas e comportamentais que vão garantir sucesso para aquela operação.


Outro ponto importante diz respeito aos Treinamentos. As pessoas que atuam na área da saúde precisam ser capacitadas constantemente para atuar com pessoas e para lidar com vidas. Muitas vezes, para salvar vidas.


Você, como gestora de RH em uma empresa de saúde, se preocupa mais com quais indicadores?


Uma área de RH estratégica não só operacionaliza atividades, os subsistemas de Recursos Humanos, mas também se preocupa com dados e resultados. Os principais indicadores que a gente monitora são: Tempo Médio de Contratação; Tempo médio de Fechamento de Vagas; Turnover; Horas de Treinamento por Colaborador e o Percentual de Colaboradores Capacitados.


Ainda sobre os indicadores, é importante que a área de Recursos Humanos também mantenha o olho na folha de pagamento. Qual que é o percentual da folha de pagamento sobre o faturamento da instituição? O contato com o departamento financeiro deve ser constante.


E ainda existem os indicadores específicos de RH na área da saúde...


Exato. Como, por exemplo, o Número de Enfermeiros por Leito e o Número de Colaboradores por Leito.


Como era a vida dos profissionais de RH antes da implantação do RHGestor?


Antes do RHGestor tínhamos uma operacionalização muito manual das nossas informações. Era muita tabela de Excel e uma dificuldade grande de rastreabilidade de dados.  


E o que mudou?


Hoje, conseguimos acessar facilmente essas informações de qualquer lugar, pois o sistema está na nuvem.  A gente não precisa mais acessar remotamente a máquina que está lá no hospital. Conseguimos acessar o RHGestor do nosso computador ou celular, enfim, onde estivermos. Isso trouxe muita agilidade para gente.


E claro, outro ponto importante foi reunir todas as informações no sistema. Antes, para fazer um processo seletivo, tínhamos uma solicitação de vaga que era impressa, assinada, tudo no formato de arquivo de texto. As avaliações de desempenho a gente também tinha que imprimir e protocolar para o gestor. Enfim, tudo era no papel. Hoje é tudo digital, facilitando o processo.


Em que o RHGestor ajuda no processo de certificação da ONA?


A ONA é uma norma específica de acreditação na área da saúde. Essa norma tem vários requisitos pensados para a padronização e monitoramento dos processos. Cada área de um hospital - ou de uma empresa da área da saúde, uma clínica, por exemplo – tem seus próprios requisitos que são descritos no manual da ONA.


Nesse sentido, a implantação do RHGestor nos ajudou por dois motivos: primeiro, porque as informações estão todas nele. Então eu não preciso mais ter várias pastinhas, vários arquivos. Eu tenho um sistema que me ajuda a condensar todas as informações em relação ao colaborador.


Segundo, porque ele traz os Indicadores. Mostra para gente em tempo real como o processo está sendo conduzido. Se houver algum problema, podemos tomar as ações necessárias com agilidade.


O RHGestor é um sistema que consegue acompanhar os processos que envolvem a permanência de todos os nossos colaboradores na empresa. Isso é muito positivo! Se eu precisar de qualquer informação em relação ao colaborador que trabalha com a gente, tenho acesso fácil e imediato.